segunda-feira, 5 de maio de 2008

Évoramonte


A povoação e o castelo vêem-se de longe, dominavam os campos em redor. Daqui se avistam vários castelos e outros lugares, como Estremoz e Arraiolos, o que permitia uma comunicação rápida em direcção a Lisboa, mal um exército passasse por Badajoz. A fortaleza, que substituíu outras mais antigas pertencia aos duques de Bragança que obrigavam ao pagamento de portagem a quem passava na estrada real, de Lisboa para Castela. Os caminhantes, almocreves e outros queixavam-se da imensa subida e então criou-se outro lugar de portagem, em zona mais baixa, a Venda do Duque (de Bragança). A fortaleza é obra dos arquitectos Arruda, início do século XVI, já preparada para os ataques da artlharia. A antiga estrada real está hoje abusivamente privatizada ou cortada.
Aqui se assinou a Convenção ou Concessão de Évoramonte que permitiu o triunfo do liberalismo em Portugal. Ainda hoje há miguelistas que não perdoam a D. Pedro ter expulso o seu rebelde irmão.

Um comentário:

Méon disse...

Aqui está um castelo que nunca visitei! Obrigado pela sugestão.
Gostei do que vi e li!
Abraço