quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

O IMI em Évora


Só soube disto há pouco tempo. Pedi a isenção em Dezembro. Andava a pagar mais de 300 euros e nem a Câmara de Évora nem as Finanças diziam nada, apesar de lá ir várias vezes.
Trata-se de má fé. Ainda não perceberam que é necessário que os cidadãos tenham confiança nas instituições e que sem transparência os cidadãos não as reconhecem como suas.

Um comentário:

Tito disse...

é assim Companheiro tudo em nome do progresso e da cidadania.
Para se pagar as mordomias que se pagam tem que se ir sacar ao Povo,

Um abraço Caminheiro Tito