terça-feira, 8 de setembro de 2009

Cabeço de Vide






São muitos os antigos concelhos que foram suprimidos após a Revolução Liberal. Cabeço de Vide é um deles, mas conserva ainda edifícios, monumentos e espaços reveladores da antiga vila.
A igreja do Espírito Santo, com características do chamado manuelino-mudéjar e um portal renascentista, bem como, bem perto, as termas da Sulfúria, exploradas desde a época romana, pelo menos, sacralizadas popularmente, como quase todas as "águas santas" deste país.

Um comentário:

Sertório disse...

Sobre o continuado e repetido furtos de alguns bustos em mármore, dois dos profetas, e um de alegoria mitológica, dos tanques do jardim do polo unversitário da Herdade da Mitra, recomenda-se a consulta a um dos tópicos de que sou autor no Forum Arqueologia, sobre crimes contra o património:

http://arqueologia.informe.com/o-porqun-dos-roubos-do-patrimninio-artn-stico-dt1699.html

Nomeadamente onde divulgo a subtracção desse conjunto de bustos que foram roubados numa primeira vez em 2002, e tendo sido recuperados na posse dos autores dos crimes - um gang de ciganos e tendeiros de Évora - foram recolocados nos seus lugares de origem, sendo novamente furtados há pouco tempo (desconhece-se a data exacta !). E cujas ocorrências á semelhança do que tem acontecido a estatuária antiga furtada no Alandroal; Borba; Portalegre; Colares; Torres Vedras, e redondezas de Lisboa, foram estranhamente ocultadas do conhecimento publico pelas autoridades e pelo lesado a Universidade de Évora. Eu tento explicar porquê !

Cumprimentos.